ULTIMAS NOTICIAS

POLICIAL

POLITICA

ULTIMAS NOTICIAS

Share Button

segunda-feira, 30 de março de 2015

DEZ MESES APÓS DEIXAR A RECORD, LUIZ BACCI É RECONTRATADO PELA EMISSORA

Está firmado o acordo que vai resultar na recontratação do Luiz Bacci pela Record. A informação é do jornalista Flávio Ricco, do portal UOL, em coluna piblicada nesta segunda-feira, 30 de março.
Foi tudo acertado nos mínimos detalhes, inclusive quanto ele irá receber e o que passará a fazer. O vice-presidente da Record, Douglas Tavolaro, mais uma vez, foi o grande articulado de todo o acordo.
A ruptura de contrato entre a Band e Bacci aconteceu na última quarta-feira, 25. Bacci foi deixado de lado em uma ação de cortes de gastos da Band.
Se pagar multa contratual, a Band tem mais vantagem do que manter profissionais subaproveitados. No caso de Bacci, a multa fica em torno dos R$ 10 milhões, segundo pessoas próximas ao apresentador. Esse valor pode ser negociado entre as duas partes. Se mantivesse Bacci contratado por mais 32 meses (o contrato acertado entre o apresentador foram de 42 meses; dez meses já se passaram), a Band desembolsaria mais de 10 milhões, considerando-se que ele recebia salário mensal de pouco mais de R$ 300 mil.
Em maio de 2014, Luiz Bacci surpreendeu a todos ao deixar a Record, depois de cinco meses no comando do “Balanço Geral SP”, telejornal popular que vinha incomodando a Globo, impondo inúmeras derrotas ao “Vídeo Show”. O “Menino de Ouro” tinha acabado de renovar contrato com a Record, mas a proposta da Band era muito mais valiosa: ele ganharia quase o triplo (R$ 300 mil por mês) e comandaria dois programas, um diário e um game show aos domingos.
O game show de Bacci nunca saiu do papel. O diário, o “Tá Na Tela”, estreou em agosto e acabou em dezembro. A atração aumentou a audiência da Band entre 15h e 17h, mas era car e dava prejuízo. Prevendo um 2015 difícil, a Band decidiu tirar o “Tá na Tela” do ar e mandou Bacci para o jornalístico matinal “Café com Jornal”.
Na Record ainda não se sabe, o que Bacci deverá fazer, no entanto tudo aponta para que ela assuma o “Balanço Geral” pela manhã no lugar de Fabíola Gadelha que realmente não conseguiu agradar o público e dar a audiência esperada para o horário.

DE TOPLESS, ATIVISTA PROTESTAM CONTRA LÍDER DA EXTREMA-DIRETA

De topless, ativistas do Femen protestaram neste domingo (29) contra a líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, no momento em que ela votava no segundo turno das eleições regionais em Henin-Beaumont, norte da França.
Neste domingo são esperados 44,6 milhões de eleitores. A participação será um fator-chave para o segundo turno das eleições locais. No primeiro, há uma semana, apenas metade dos 43 milhões de eleitores convocados compareceram às urnas.
Há uma semana, o partido de extrema-direita foi a segunda força mais votada (25%), atrás apenas do partido UMP do ex-presidente conservador Nicolas Sarkozy e seus aliados centristas (28,75%), e à frente dos socialistas (21,5 % dos votos).
Ao votar na cidade de Henin-Beaumont (norte), onde o FN controla a prefeitura, a líder do partido, Marine Le Pen, afirmou que espera “várias dezenas” de cargos nos conselhos gerais, que regem os departamentos.
Pela primeira vez, o FN tem a chance de ganhar em vários departamentos, especialmente no Vaucluse (sul), cuja capital, Avignon, é reduto de Marion Maréchal-Le Pen, sobrinha de Marine Le Pen e uma das figuras mais promissoras do partido.
G1

domingo, 29 de março de 2015

DIA MUNDIAL DA JUVENTUDE: 6,2 MIL JOVEM FORAM ASSASINADOS EM DEZ NA PARAÍBA

O dia 30 de março, segunda-feira, é dedicado especialmente a juventude mundial. A faixa etária considerada jovem é entre os 15 e os 29 anos de idade e, na Paraíba, a realidade dessas pessoas é preocupante. De acordo com o Mapa da Violência de 2014, o índice de jovens assassinados no Estado cresceu 174,5% nos últimos dez anos. Enquanto em 2002 foram registrados 303 homicídios na população jovem, em 2012 esse número passou para 906.
Os dados revelam que os números mais que duplicaram e que 2,5 “meninos ou meninas” são vítimas de mortes violentas na Paraíba, por dia. O gráfico do Mapa da Violência mostra que os índices paraibanos vêm numa crescente que só sofreu uma pequena redução entre os anos de 2011 e 2012, quando os homicídios registrados entre jovens foram, respectivamente, 916 e 906.
Somados os resultados anuais o número de jovens assassinados no Estado chega a 6.265, em dez anos. Uma média de 626,5 por ano ou 20,85 por mês.
Também o Nordeste quase duplicou os homicídios na década, com destaque negativo para Maranhão, Bahia e Rio Grande do Norte, onde as taxas mais que triplicam. Também outros estados, como Alagoas, Ceará e Paraíba, sem chegar ao extremo dos anteriores, ostentam índices de crescimento bem elevados, mais que duplicando os números de 2002. A única unidade a evidenciar quedas na região foi Pernambuco, com uma regressão de 25,2% na década.
Jovens também morrem mais no trânsito
Contudo, homicídio não é a única forma violenta que tem matado os jovens paraibanos. O trânsito também tem feito muitas vítimas na faixa etária dos 15 aos 29 anos. O índice de jovens mortos no trânsito da Paraíba cresceu 53,1% nos últimos dez anos passando de 239, em 2002, para 366 em 2012. Em dez anos o trânsito tirou a vida de 3.036 jovens, ou seja, 303,6 por ano. De 2011 para 2012 o crescimento foi de 26,6%.
blogdogordinho

CIDADES

ENTRETENIMENTO

PARAIBA

 
Copyright © 2014 PORTAL PILÕES NEWS
|